x
×
Siga o Top de Marcas nas redes sociais

Influencers são cada vez mais requisitados para uma comunicação mais direta com o público de maior afinidade

CLÁUDIA ROMARIZ

Uma pesquisa do Ibope Inteligência, realizada no final de 2019, revelou mais informações sobre o perfil do brasileiro em relação aos influenciadores digitais. O estudo apontou que no Brasil existem 230 milhões de Smartphones, o que significa que 92% dos domicílios brasileiros possuem esses aparelhos, o que vêm crescendo exponencialmente de lá para cá. Do número de brasileiros com smartphones, a pesquisa destacou que 97% das pessoas usam o aparelho para acessar a internet. Portanto, as chances de esses usuários terem Instagram é muito mais elevada.

A pesquisa ainda apontou que o mercado de influenciadores digitais está em crescimento desde 2016 e mostrou que 52% dos internautas do Brasil seguem pelo menos um influenciador digital e que a metade (50%) compra produtos e serviços que os influencers indicam nas plataformas. A maioria desses seguidores é do sexo feminino (56%). Além disso, a faixa etária que mais representa os seguidores de influenciadores digitais é entre 16 e 24 anos (60%) e de 25 e 34 anos (54%).

Segundo a pesquisa, os motivos que fazem as pessoas seguirem influenciadores são conteúdo com informação relevante; ideias ou pensamentos semelhantes aos do usuário; interação com os seguidores; compartilhar ideias sem impor opiniões; ser engraçado; ter variedade de assuntos; ser uma pessoa séria; falar sobre temas cotidianos; realizar sorteio e entrega de brindes.

Hoje as pessoas querem conexão real com quem está indicando algum produto. Querem conhecer suas rotinas, seus estilos de vida, saber que é de verdade e que realmente podem confiar em suas opiniões. É o antigo boca a boca que, com a ampliação das conexões favorecidas pelo avanço da Internet e das plataformas de relacionamento, foi preciso se profissionalizar.

Como escolher o influenciador

O primeiro passo é analisar bem qual será o principal objetivo da campanha de comunicação e das ações que a marca quer desenvolver e obter reconhecimento. Dessa forma a busca por um influenciador possa ser mais assertiva. Perguntas como “qual o público desejo alcançar? ” ou “o que busco atrair com essa campanha?” são relevantes. Dessa forma, o influencer encontrado com base nas respostas poderá ajudar porque saberá como falar com o seu público.

É necessário também analisar o que o produto tem a oferecer para o público. Dessa forma é possível segmentar da melhor maneira qual influenciador se encaixa na ação. Nem sempre apostar em um influenciador com milhões de seguidores é a melhor maneira de atingir um público. Existem estudos que mostram que micro-influenciadores segmentados, que conversam com um nicho específico, conseguem trazer resultados melhores.

Para analisar o engajamento do influenciador, é necessário ver quantas curtidas e comentários ele possui em suas publicações. Muitos seguidores e pouca interação não é um bom sinal. E é essencial que o influenciador seja autêntico e saiba como se comunicar com o seu público alvo. Como produtor de conteúdo, deverá ter reputação para falar sobre a marca e coerência para transmitir autenticidade.

Conheça agora as marcas Top de 2021

Pesquisa
Realização
Scroll Up