x
×
Siga o Top de Marcas nas redes sociais
Uncategorized

O propósito corporativo está levando as marcas além

porposito e trabalho

Não falamos mais de negócios sem falar de causas, de impactos e legados que respondam à simples pergunta: para que existimos? Atualmente conhecemos uma marca por sua visibilidade e pela experiência que proporciona. Uma das principais diferenças do novo mundo corporativo é que queremos saber qual é o significado de uma marca para o mercado. Não basta a sua missão, mas sim qual é o seu propósito.

Quantas empresas você conhece hoje que tem uma causa social? E quantas você conhecia antigamente? Essa preocupação com o mundo e as gerações futuras é um reflexo da era Millenium que tem feito tudo de um jeito diferente. Assistimos mudanças no jeito de fazer reuniões, nos critérios de contratação e nos ambientes de trabalho. 

A expressão “home office” ou “trabalho remoto” nunca foi tão pesquisada no google como atualmente. E não apenas pelos impactos da pandemia COVID-19, mas porque o novo jeito de trabalhar é dinâmico e precisa acontecer em qualquer lugar, até dentro de casa. Todas essas novas maneiras de se relacionar com o trabalho e com as pessoas estão tendo uma mudança positiva no mercado. Estamos vendo a ascensão do propósito corporativo e isso é uma vantagem para as empresas, funcionários e também para a sociedade. 

O propósito de ser diferente

Uma pesquisa realizada pela Porter Novelli, empresa de relações públicas e parte do grupo Omnicom Group, revelou que 89% dos gestores entrevistados acreditam que as empresas que tem um propósito tem uma vantagem competitiva no mercado, além de se sentirem mais capacitadas para lidar com problemas sociais

Essa nova mentalidade é reflexo de algo que as marcas estão em constante busca: serem relevantes. A pesquisa da Porter Novelli pode nos ajudar a entender isso em alguns números vindos dos líderes entrevistados:

  • 83% sentem que seus negócios precisam ser parte das soluções para alguns dos principais problemas de hoje (desigualdade, saneamento, direitos)
  • 81% acreditam que os negócios já tem o que é necessário para fazer essas mudanças
  • 91% acreditam que seus negócios devem beneficiar todos que consomem ou que têm alguma ligação com eles e não apenas acionistas

A forma que as mudanças estão acontecendo e a maneira como impactam o mercado é o nosso principal foco nesse post. Como falamos no início, a geração Millenium trouxe com ela essa vontade de ir além. De olhar os negócios como maiores do que apenas o seu produto final. Essa tendência tem sido recebida de braços abertos por muitas empresas no mercado corporativo. 

Quando uma empresa se torna relevante e significativa, a reputação construída se reflete nos produtos e serviços, no relacionamento com as pessoas e públicos alvos e no legado que está construindo para todos que estão à sua volta. O que a sua empresa está fazendo para deixar a sua marca no mundo? 

Pesquisa
Realização
Scroll Up